Não há distância que destrua o amor

22 dezembro 2016


A forma como encaramos as circunstâncias diz muito sobre nós, mas a forma como damos a volta ao inevitável define completamente aquilo que somos.  E o Natal é a melhor definição daquilo que somos enquanto família. Não dá para duvidar disso. A último vez que nos reunimos todos, de verdade, à volta de uma mesa foi em 2011. Já foi há tanto tempo... E, apesar de ter tudo para ser uma coisa triste, não o é. Na verdade, reuni-mo-nos todos à volta da mesa da casa da avó todos os anos, ainda que virtualmente. Todos os anos deixamos o computador com a câmara ligada durante horas para que possamos sentir um bocadinho daquilo que os 2700km que nos separam não nos permitem. Pode parecer absurdo, mas já se tornou numa coisa típica. Jantamos, ligamos o computador para falarmos e, horas depois, desligamos para que possam, também eles, ir jantar. E este ritual faz-me ter, ano após ano, o mesmo pensamento: eu não poderia ter tido uma família melhor. 

2 comentários:

  1. Eu também amo a minha família!!

    Há Q&A no blog, faz a tua pergunta!
    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  2. Pequenos gestos, grandes diferenças! Beijinhos

    ResponderEliminar

Anywhere © 2017
Design: Hello Manhattan